quinta-feira, 5 de julho de 2018

Atacama 2º Dia: Observatório ALMA, Valle de la Luna e Tour astronômico

ALMA, Valle de la Luna e Tour Astronômico

Valle de la Luna, aquela foto turistona que não pode faltar

O dia amanheceu muito, muito frio... Acordei várias vezes de madrugada sentindo muito frio e demorei entender que teria  que colocar mais  roupas  para ter uma noite de sono agradável.    O termômetro   do   celular    marcava 4ºC,  e sensação térmica de 0ºC, mas pra mim parecia muito  mais.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Não adiantava chorar, muito menos reclamar, era preciso criar coragem e sair da cama... Finalmente saberíamos se iríamos conseguir lugar na visita ao ALMA, o maior centro de observação espacial do mundo, como já disse anteriormente, as visitas ao ALMA só acontecem aos finais de semana e precisam ser agendadas com muita antecedência via internet ( clique aqui para agendar ), entrei com dois meses de antecedência e tudo o que consegui foi entrar para a fila de espera, mas já era alguma coisa, eu inda tinha esperança.
Bem, vencemos o frio e fomos para nosso café da manhã. Foi neste momento que fiz a constatação mais triste da viagem! O café não era bom! Eu simplesmente AMO tomar café da manhã em hotéis, mas este deixou muito a desejar... era muito, muito fraco! O leite era em pó e o café era solúvel... sofrível! Depois descobri que a maioria dos lugares oferece leite em pó e café solúvel, mas ainda não descobri exatamente o motivo.
Pois bem... como aquilo que não tem remédio, remediado está, tomamos nosso café aguado, comemos nosso pão seco e fomos ao ponto de encontro de onde sai o ônibus para o ALMA, neste momento a ansiedade tomou conta do meu ser.
Ficamos ali esperando e não parava de chegar gente... eu já estava ficando desanimada, até saber que muitas daquelas pessoas nem estavam na fila de espera... eis que uma pontinha de esperança floresce... Quando chamaram nossos nomes, nem sei o que senti, sim! Nós iríamos ao ALMA, de graça!


Sim! Conseguimos!

O ônibus super confortável do ALMA

O local de saída do Õnibus é esta praça, próxima ao terminal de ônibus de San Pedro
O passeio é bem legal, embora esperasse ver mais antenas. Na verdade, no local da visita tem apenas uma, pois as outras ficam num lugar bem mais alto e os males da altitude não nos permitiria ir até lá. Fomos guiados por uma das astrônomas que trabalham lá, ela nos deu uma aula de astronomia, mostrou como funciona tudo por lá e nos levou até a sala de controle, onde um dos astrônomos fez mais algumas explicações e respondeu algumas perguntas. A vista do observatório é incrível! Mas agora...falando francamente, o passeio é legal, mas somente se você tiver tempo sobrando, não abra mão de ir à algum outro lugar para ir até lá, a menos que você realmente se interesse pelo tema.












Dia de jogo da seleção, tinha que ter camisa, né?

Chegamos em San Pedro por volta de uma da tarde, fomos direto para a Caracoles, para trocar dinheiro e comprar o Tour astronômico. Voltamos rapidinho para o hotel pois tínhamos um compromisso imperdível: assistir ao jogo da seleção brasileira, o primeiro jogo do Brasil na copa. É claro que como brasileiros empolgados que somos estávamos com nossas camisas do Brasil e foi bem legal andar pelas ruas de San Pedro sentindo o carinho do povo que passava e gritava "Vai Brasil!".Infelizmente naquele dia em questão o Brasil não foi e ficamos no empate mesmo. 
Nesta mesma tarde  fomos ainda ao Valle de la Luna, chegamos lá por volta das cinco da tarde e foi tudo meio corrido, se eu soubesse que era tão legal teria chegado antes para ter aproveitado mais aquele lugar incrível. O Valle é bem grande, dá para transitar de carro tranquilamente, em cada atração tem um estacionamento e a vista de todos os lados é linda! Existem três atrações: a Caverna de Sal (muito emocionante), as Três Marias ( não fomos devido ao tempo) e a Duna Maior ( de onde você acompanha o por do Sol). 
Na caverna de sal, pegamos carona com um guia de um tour que estava por lá, mas acho que seria mais emocionante se estivéssemos sem ele, pois acabamos nos sentindo pressionados e com medo de ficar para trás. Alguns lugares são beeeem apertadinhos para passar, mas não é impossível. Sugiro levar uma lanterna e tomar muito cuidado para não escorregar ou bater a cabeça. E tenha em mente que você sairá de lá muito sujo, então, esqueça as roupas claras! Foi um dos passeios que minhas filhas mais curtiram e que meu marido passou mais sufoco! 😂






De lá seguimos para a Duna Maior, foi lindo ver o por do sol naquele lugar incrível.
Quando eu lia sobre o Valle de la Luna, tinha muitas dúvidas sobre o lugar, não sabia se era bem sinalizado, se havia um roteiro, se precisava fazer grandes caminhadas, se daria para andar de carro lá dentro... Pois bem, a resposta é sim pra tudo! É bem sinalizado e ao comprar o ingresso você recebe um mapa e explicações sobre o lugar e a hora certa de chegar à Duna Maior para ver o sol se por, você segue o roteiro por uma estrada, de carro ou bicicleta até os locais indicados, a maior caminhada é a subida à Duna Maior, aproximadamente 15 minutos, mas foi bem tranquilo.
A imagem pode conter: céu, montanha, atividades ao ar livre e natureza
A subida é tranquila, mas não esqueça sua água.

A imagem pode conter: céu, montanha, atividades ao ar livre e natureza
Estacionamento no início da Duna Maior

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé, céu, montanha, nuvem, atividades ao ar livre e natureza


A imagem pode conter: Telma Garbin Caramelo, em pé, montanha, céu, natureza e atividades ao ar livre
Porque se não for para tirar foto de turista empolgada eu nem vou!

A imagem pode conter: 3 pessoas, incluindo Beatriz Garbin Caramelo e Carlos Hugo Caramelo Oliveira, pessoas sorrindo, pessoas em pé, montanha, céu, atividades ao ar livre e natureza

A imagem pode conter: céu, nuvem, montanha, atividades ao ar livre e natureza

A imagem pode conter: céu, nuvem, atividades ao ar livre e natureza

A imagem pode conter: céu, natureza e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: céu, montanha, natureza e atividades ao ar livre
Sempre digo que as fotos nunca conseguem retratar a grandiosidade e a beleza real dos lugares...
Eu fiquei apaixonada por aquele lugar, meus dedos ficaram tão nervosos clicando tudo o que via pela frente que quase fui deixada para trás pela família.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé, montanha, céu, natureza e atividades ao ar livre
Aquele momento: " Me deixa que vou tirar só mais 43253647576 fotos!"

Voltamos para San Pedro já no início da noite, estávamos exaustos, mas ainda tínhamos o tour astronômico agendado para às oito da noite. Foi o tempo certinho de se agasalhar muito bem, comer uma empanada rapidinho num lugar que nem compensou anotar o nome e seguir para a agência Atacama Travel de onde sairíamos para o tour.
Seguimos de ônibus para um lugar afastado, que sinceramente não faço ideia de onde seja para observarmos o céu. Confesso que esperava uma vista melhor, já tinha visto tantas fotos, ouvido tantos relatos, que criei muitas expectativas com este tour... O céu é lindo sim, observar os astros pelo telescópio foi bem legal, mas nada assim tãaaao sensacional. E fico a pensar se outra agência ( mais cara) ofereceria algo melhor... talvez um café de melhor qualidade, acomodações melhores... mas a vista acredito que não mudaria muito.Também ficamos sem saber se escolhemos a melhor noite para realizar o passeio, pois foi o dia em que mais vimos nuvens no céu. Ganhamos uma foto tirada com um câmera especial que capturou um céu com mais estrelas do que realmente conseguimos ver. Se foi frustrante? Acredito que não, mas ainda falo que esperava mais. Ahhhh e o frio? Este estava lá... mais presente que qualquer planeta, estrela ou constelação! Para a Bia, minha filha de 17 anos, o tour foi exatamente o que ela imaginava, ela gostou muito, o que nos faz pensar que cada um tem uma expectativa e opinião diferente, às vezes o que deixa a desejar pra mim, pode ser fantástico para o outro e vice-versa. Portanto, nunca desista de algo por causa de um relato, ok? 
Lembrando que este tour não é realizado em noites de lua cheia ( não, não é por causa do lobisomem, nem por causa de superstição... é simplesmente porque o céu fica muito claro e não dá para ver as estrelas, ok? ).

A imagem pode conter: 3 pessoas, incluindo Carlos Hugo Caramelo Oliveira e Beatriz Garbin Caramelo, pessoas em pé
Prepare-se para o frio!

A imagem pode conter: 4 pessoas, incluindo Beatriz Garbin Caramelo, Telma Garbin Caramelo e Carlos Hugo Caramelo Oliveira, pessoas sorrindo, noite

A imagem pode conter: 12 pessoas, incluindo Telma Garbin Caramelo e Beatriz Garbin Caramelo, pessoas sorrindo, pessoas em pé e noite
Essa turma era toda de brasileiros! 

Essa foto foi tirada com o celular através da lente do telescópio

O dia foi intenso! Três passeios, um jogo do Brasil,um empate engasgado, a descoberta de um café ruim, frio, calor e frio de novo, planetas, estrelas, telescópios, antenas, dunas, cavernas, areia, sal, terra, bandeira do Brasil, água mineral, protetor labial... foi muita informação para o primeiro dia de atividades no Atacama! Que lugar! Que frio! Que tudo!💗💗💗🌍

Acompanhe os valores e nosso roteiro completo clicando aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário